VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 722-732

Qualidade do leite e perfil dos produtores de uma linha de entrega de leite

Faccioli-Martins, Patrícia YoshidaManzi, Marcela de PinhoMaiolino, Glaucea SumanPadovani, Carlos RobertoMenozzi, Benedito DonizeteLangoni, Helio

O objetivo deste estudo foi realizar uma avaliação sequencial da qualidade do leite e o perfil de 34 produtores de leite da região Centro-Oeste e de um produtor da região de Campinas no estado de São Paulo. Os dados das propriedades foram coletados durante três visitas com intervalo médio de dois meses, incluindo um questionário para verificar o tamanho do rebanho e manejo realizado. Foram anotados ainda os dados mensais de contagem bacteriana total (CBT) e contagem de células somáticas (CCS) fornecidos pelo laticínio. Os produtores da região tinham características diferentes como: de três a 111 animais em lactação, produção diária variável de 10 a 3.632,8 litros. Das 35 propriedades, 15,4% e 27,89% apresentaram em média contagem de células somáticas (CCS) e contagem bacteriana total (CBT), respectivamente, acima dos limites determinados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), de acordo com a instrução normativa 51, vigente na época. Apenas 17,65% das propriedades realizavam todos os procedimentos de higiene na ordenha e 17,65% não recebiam nenhum tipo de suporte técnico. Foi possível observar que as propriedades são de produtores de pequeno a médio porte, com potencial para aumentar a produção e melhorar a qualidade do leite, pois já refrigeravam o produto e apresentavam algum grau de tecnificação. Conclui-se ainda pela importância da adoção de [...](AU)

Texto completo