VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 2395-2406

Desempenho agronômico e forrageiro de linhagens S4 de milho em topcrosses com híbrido simples

Martins Marcondes, MarianaVentura Faria, MarcosNeumann, MikaelMartins Marcondes, MarielleAugusto da Silva, CarlosLuís Vascoski, VictorAry Rizzardi, Diego

 O objetivo do trabalho foi avaliar o comportamento relativo de 74 linhagens parcialmente endogâmicas (S4) provenientes do cruzamento entre os híbridos comerciais P30P70 e Dow8460 em topcrosses com o híbrido simples comercial P30F53 (testador), mais as testemunhas (híbridos Dow8460, P30F53 e Status). A produtividade de grãos (PG) foi avaliada em dois ambientes em Guarapuava-PR. Houve efeito significativo de genótipos, ambientes e da interação genótipos x ambientes quanto à produtividade de grãos (PG). Entre os híbridos topcrosses (HTC) a PG variou de 8.302 (HTC 123, no ambiente 2) a 14.809 kg ha-1 (HTC 11, no ambiente 1). No ambiente 1 foram avaliadas características agronômicas da forragem e bromatológicas da silagem. A produtividade de massa verde (PMV) da forragem variou de 49.857 (HTC 208) a 80.642 kg ha-1 (HTC 22) e a produtividade de massa seca (PMS) variou de 11.072 (HTC 217) a 24.143 kg ha-1 (HTC 22). Os teores de fibra em detergente neutro (FDN) variaram de 45,39 (HTC 80) a 56,71% (HTC 77) e os teores de fibra em detergente ácido (FDA) variaram de 25,45 (HTC 80) a 35,60% (HTC 99). Para o valor relativo da silagem (VRS) foram obtidos índices médios variando de 103 (HTC 148) à 142 (HTC 80). Para todos os caracteres houve topcrosses que não diferiram das melhores testemunhas. Os HTC 22 e 53 foram superiores considerando todo o conjunto de caracteres forrageiros e bromatol

Texto completo