VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 2407-2422

Crescimento e nutrição de mudas de abacaxizeiro Imperial associadas com o fungo Piriformospora indica e aplicação de herbicidas

Ivone Barreto Cruz, Lanado Céu Monteiro Cruz, MariaDumbá Monteiro de Castro, GuilhermeCristina Pereira Fagundes, MiriãBarbosa dos Santos, José

A baixa oferta de mudas sadias e com qualidade tem sido um obstáculo para o crescimento da abacaxicultura no Brasil. A pesquisa foi realizada com o objetivo de avaliar a associação micorrízica, o crescimento e absorção de nutrientes em mudas micropropagadas de abacaxizeiro Imperial inoculadas com o fungo Piriformospora indica em cultivo com a aplicação de herbicidas. Foi utilizado o esquema fatorial 2 x 4, sendo os fatores duas inoculações: mudas inoculadas com o fungo P. indica e sem inoculação e quatro doses de herbicidas: 0; 1,5; 3,0 e 6,0 L ha-1 para o ametryn, 0; 1,6; 3,2; 6,4 L ha-1 para o diuron e 0; 0,4; 0,8 e 1,6 L ha-1 para o sulfametrazone, distribuídos no delineamento inteiramente casualizado, com três repetições. As doses dos herbicidas foram aplicadas ao substrato antes do plantio das mudas. A inoculação com o fungo P. indica foi feita no momento do plantio, colocando-se no substrato discos de micélio de 5 mm, contendo estruturas fúngicas. Aos 150 dias após a inoculação foi feita a análise da colonização micorrízica, dos teores de N, P e K e do crescimento das mudas. Os dados foram submetidos à análise de variância, regressão polinomial e comparação de médias, a 5% de probabilidade. Foi observada a associação do fungo P. indica com as mudas de abacaxizeiro Imperial com a aplicação de todos os herbicidas. As mudas associadas com o fungo apresentaram maiores teo

Texto completo