VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 2739-2752

Características morfogênicas do capim-Tanzânia consorciado com Estilosantes Campo Grande ou adubado com nitrogênio sob pastejo

Otávio Jardim D'Almeida Lins, TúlioCecato, UlyssesAndrade Pinheiro, AlysonShigueo Iwamoto, BrunoKrutzmann, AlexandreBeloni, TatianeRodrigues Silva, Robério

Objetivou-se avaliar as características morfogênicas e estruturais do capim-Tanzânia (Panicum maximum cv. Tanzânia) consorciado com Estilosantes Campo Grande (Stylosanthes capitata e Stylosanthes macrocephala) ou adubado com nitrogênio. O pasto foi manejado sob lotação contínua e taxa de lotação variável. Foi utilizado delineamento experimental em blocos ao acaso com parcelas subdivididas, com três repetições. Os tratamentos foram: capim-Tanzânia + Estilosantes; capim-Tanzânia + 75 Kg N.ha.ano-1; capim-Tanzânia + 150 Kg N.ha.ano-1 e capim-Tanzânia + 225 Kg N.ha.ano-1. Foram utilizados ureia e nitrato de amônia como fonte de nitrogênio. As avaliações morfogênicas foram realizadas na primavera e no verão. Foram avaliados 15 perfilhos por piquete, duas vezes por semana, durante quatro semanas por estação em estudo. As características morfogênicas, exceto a taxa de alongamento foliar (TAlF), não foram influenciadas pela adubação nitrogenada ou consórcio com Estilosantes. Os maiores valores para esta variável foram observados na primavera, nas pastagens adubadas. Desta forma, conclui-se que a adubação nitrogenada influencia a taxa de alongamento foliar (TAlF) do capim-Tanzânia, e este quando é cultivado em consórcio com o Estilosantes Campo Grande apresenta características morfogênicas semelhantes quando adubado com nitrogênio, à excessão da taxa de alongamento foliar.

Texto completo