VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 3215-3220

Anticorpos anti-Leptospira spp. em gatos do semiárido do Estado da Paraíba

Willian de Lima Brasil, ArthurNunes Parantoni, RobertaFerreira Feitosa, ThaísLongo Ribeiro Vilela, ViniciusJosé Alves, ClebertArruda Vasconcellos, SílvioSantos de Azevedo, Sérgio

O objetivo do presente trabalho foi determinar a frequência de anticorpos anti-Leptospira spp. e os fatores de risco associados em gatos errantes e domiciliados no município de Patos, semiárido do Estado da Paraíba. Foram coletadas amostras de sangue de 129 gatos (61 domiciliados e 68 errantes) no período de julho a agosto de 2011. Para a pesquisa de anticorpos anti-Leptospira spp. foi empregado o teste de soroaglutinação microscópica (SAM), utilizando 24 sorovares como antígenos. Dos 129 gatos examinados, sete (5,43%) foram soropositivos para o sorovar Pomona, com títulos variando de 200 a 3.200. Dos gatos errantes três (4,41%) foram soropositivos e dos domiciliados quatro (6,56%) apresentaram anticorpos anti-Leptospira spp. Com relação à análise de fatores de risco, as variáveis e respectivas categorias associadas à maior soropositividade foram idade/> 48 meses (p = 0,001), ambiente onde o animal permanece/grama (p = 0,009) e presença de ratos/sim (p = 0,020).

Texto completo