VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 545-552

Metabolismo respiratório e da glicose de "Carassius auratus" submetidos à concentrações de eugenol

Honorato, ClauciaNascimento, Camila Aparecida

Este trabalho tem como finalidade avaliar o uso do eugenol como anestésico para Carassius auratus mensurando o tempo de indução à anestesia em relação a diferentes concentrações e seus efeitos nas trocas gasosas respiratórias. Os peixes foram expostos as concentrações de 20, 40, 80, 120, 150mg L-1 de eugenol. Os resultados foram analisados segundo um delineamento inteiramente casualisado (DIC) com seis tratamentos e cinco repetições cada um, submetidos à análise de variância e quando significativos, as médias foram comparadas pelo teste t de Student ( = 0,05). Os valores de PaO2e PaCO2 foram submetidos à regressão polinomial (p > 0,05). Foram avaliados o tempo de sedação e recuperação. O sangue foi retirado para analise parâmetros hematológicos, pH, pressão parcial de oxigênio (PaO2), pressão parcial de dióxido de carbono (PaCO2), bicarbonato (HCO-3) e glicose. As concentrações acima de 80 mg.L-1 apresentaram sedação com 62 seg. A recuperação possui correlação inversa ao tempo de anestesia. O aumento das concentrações de eugenol proporcionou elevação de 27,5% nos hematócrito e de 37% no eritrócitos e houve aumento na glicose plasmática. Ademais, apresentaram diminuição na pressão de oxigênio no sangue (PaO2), e aumento na pressão de dióxido de carbono (PaCO2). A utilização do eugenol possibilitaria e melhoria o manejo nas pisciculturas sendo a dose recomendada de 40mg. L-1(AU)

Texto completo