VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

Curva de crescimento de ovinos Santa Inês no Vale do Gurgueia

Oliveira do Ó, Alande Araújo Rêgo Neto, AurinoVieira dos Santos, GleysonLindenberg Rocha Sarmento, JoséBiagiotti, DanielErnandes Rufino de Sousa, José

Objetivou-se descrever o crescimento de ovinos Santa Inês no Vale do Gurgueia a partir da análise de modelos não lineares: Brody,Von Bertalanffy, Richards, Logístico e Gompertz. Após a definição do modelo de melhor ajuste, avaliou-se a influência de fatores ambientais (estação de nascimento, sexo, tipo de parto e idade da mãe ao parto) sobre os parâmetros da curva. Foram utilizados dados do desenvolvimento ponderal de 61 ovinos, do nascimento aos 350 dias de idade, no período de janeiro de 2009 a dezembro de 2010. Os parâmetros foram estimados por meio do NLIN do SAS. Os modelos de Von Bertalanffy, Richards, Logístico e Gompertz ajustaram bem os dados de crescimento, entretanto, os modelos de Brody e Richards apresentaram maior variação no Quadrado Médio dos Resíduos. Com base no gráfico de dispersão dos resíduos, constatou-se que o modelo de Gompertz apresentou ajuste ligeiramente superior ao modelo de Von Bertalanffy. A taxa de crescimento absoluto estimada demonstrou crescente até os 28 dias de idade. O efeito de sexo foi importante fonte de variação para o parâmetro A, bem como os efeitos de idade da mãe ao parto aos parâmetros B e K. As correlações estimadas entre os parâmetros A e K, B e K foram negativas. Efeitos ambientais mostraram-se importantes fatores que influenciam os parâmetros da curva de crescimento de ovinos Santa Inês no estado do Gurgueia.

Texto completo