VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

Produtividade de mel e comportamento defensivo como índices de melhoramento genético de abelhas africanizadas (Apis mellifera L.)

Almeida De Souza, DaianaPeres Gramacho, KátiaLaércio Bragança Castagnino, Guido

Este experimento foi conduzido com o objetivo de avaliar a correlação entre a produtividade de mel e o comportamento defensivo em colmeias de abelhas africanizadas Apis mellifera Linnaeus como índices de melhoramento genético. O trabalho foi realizado em Salvador (BA) e foram utilizadas 14 colônias de abelhas provenientes de coletas na natureza, as quais foram analisadas quanto à defensibilidade e à produtividade de mel. O comportamento defensivo foi qualificado de acordo com a metodologia de análise subjetiva de campo, o qual visa à classificação das colônias em categorias (de zero a quatro). A produtividade de mel foi mensurada com a pesagem dos quadros de mel maduro colhidos das melgueiras de cada colônia. Foram encontradas seis colônias classificadas como altamente defensivas e oito como mansas. Com relação à produtividade de mel, as colônias apresentaram uma produção média de 12,8 ± 10,9kg por temporada. A análise de correlação indicou uma correlação pouco significativa, entre os comportamentos (=0,490), mostrando que estas duas variáveis não estão suficientemente interligadas. Dessa forma, conclui-se que é possível selecionar colmeias com baixa defensibilidade e com alta produtividade de mel, viabilizando seu manejo apropriado.

Texto completo