VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 31-36

Doenças de notificação compulsória em animais de produção no período de 2011 a 2014 no Estado do Maranhão

Chaves, Nancyleni PintoBezerra, Danilo CutrimVieira, Ester Clévia dos SantosCoimbra, Viviane Correa da SilvaSantos, Bianca Coelho

O objetivo do estudo foi realizar levantamento das doenças de notificação compulsória (DNCs) em animais de produção ocorridas no período de 2011 a 2014 no Estado do Maranhão, utilizando os condensados estaduais dos informes mensais, formulário de investigação de doenças inicial (FORM-INs) e formulário de investigação de doenças complementar (FORM-COMs) da Agência de Defesa Agropecuária do Estado. Durante o período, foram avaliados 165 casos suspeitos de DNCs, classificadas em três categorias: (I) enfermidade nervosas (EN), (II) enfermidades vesiculares (EV) e (III) demais enfermidades (DE). No período estudado, as EN lideraram as notificações (n= 119; 72,12%), seguidas das EV (n= 30; 18,19) e das DE (n= 16; 9,69%), as três distribuídas em uma vasta área do território maranhense. Considerando os casos suspeitos observados nesse estudo, foi estabelecido o diagnóstico definitivo de 63 DNCs, entre elas raiva, botulismo, clostridioses, varíola, estomative vesicular tipo Indiana III, febre catarral maligna, ectima contagioso e mormo, com o acometimento de bovinos, equinos, asininos, muares e caprinos. Os demais casos (n=102; 61,81%), após investigação minuciosa, foram classificados como doenças traumáticas ou de origem não infecciosa e descartados a possibilidade de serem DNCs. Com base nos resultados obtidos nesse estudo, pode-se concluir que as DNCs estão presentes no Estado do Maranhão. Entretanto, a incipiente vigilância ativa dificulta uma real avaliação do problema no estado.(AU)

Texto completo