VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

Fatores associados à percepção e atitude de consumidores de carne bovina com certificação de origem

Aurelio Lopes, MarcosOliveira Pacheco, ElineRapfael Pascoti Bruhn, FábioBitencout Faria, PeterMaria Barcellos Magalhães da Rocha, ChristianeHenrique Vicente, Fábio

O objetivo deste estudo foi verificar quais fatores socioeconômicos estão relacionados à decisão de compra de carne com certificação de origem, além de levantar o perfil de percepção e atitude dos consumidores de carne bovina em São Luís/MA. Foi realizada a descrição das variáveis e construído um modelo múltiplo Generalized Estimating Equations (GEE) de regressão logística visando identificar possíveis associações entre as características sócio-econômicos dos consumidores e os principais atributos da carne que influenciam a decisão para sua compra levantada por meio das entrevistas entre 400 entrevistados no mês de março de 2012. O selo de qualidade na aquisição da carne foi o atributo que mais influenciou (32,5%) a decisão de compra dos consumidores. A maioria dos entrevistados (68,7%) nunca ouviu falar sobre rastreabilidade bovina. Dentre os que já ouviram falar em rastreabilidade bovina, a maior parte (71,2%) está disposta a pagar mais pela carne com certificação de origem, apesar de considerar que há desvantagens associadas à rastreabilidade, principalmente em relação ao aumento no preço da carne. Consumidores com maior grau de escolaridade apresentam 2,62 mais chances de já terem ouvido falar em carne rastreada e 1,90 mais chances de considerar que o principal benefício da carne rastreada é oferecer mais segurança alimentar; enquanto os com maior renda apresentam 3,23 mais

Texto completo