VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 393-401

Age and growth of the dog snapper Lutjanus jocu (Bloch & Schneider, 1801) in Abrolhos Bank, Northeastern Brazil

Previero, MaríliaMinte-Vera, Carolina VFreitas, Matheus OliveiraMoura, Rodrigo Leão deDei Tos, Claudenice

Foi determinada a idade e o crescimento do dentão (Lutjanus jocu) capturado na região do Banco dos Abrolhos, Bahia, pelos pescadores das comunidades costeiras de Prado, Alcobaça, Caravelas e Nova Viçosa. Foram examinados 205 otólitos seccionados de peixes capturados por arpão, espinhel de fundo, linhas e redes de emalhe (14,5-79,5 cm comprimento furcal). A formação de cada anel foi considerada anual. Os otólitos seccionados apresentaram entre 0 e 29 anéis. Cerca de metade dos espécimes analisados teve entre 0 e 7 anéis (88 de 205). Os peixes capturados com redes na região estuarina foram os mais jovens enquanto os peixes capturados com arpões e linha foram os mais velhos. Dois modelos de crescimento de von Bertalanffy foram ajustados aos comprimentos individuais: um assumindo variância constante do comprimento em cada idade (SVB) e outro assumindo coeficiente de variação constante, isto é variância aumentando em função do tamanho médio (CVVB). As estimativas SVB foram (Loo = 87,82 cm, K = 0,105 e t0 = -1,486) e as estimativas CVVB foram Loo = 117,60 cm, K = 0,060 e t0 = -2,470). Os maiores valores de Loo estimados pelo modelo CVVB são sustentados por relatos da literatura de grandes animais encontrados em áreas mais profunda do Banco dos Abrolhos. Os parâmetros de crescimento também foram estimados para machos e fêmeas separadamente (modelo SVB), (Loo = 92,80 cm, K = 0,099 e t0 = -1,680 para machos e Loo = 82,10 cm, K = 0,105 e t0 = -1,570 para fêmeas).(AU)

Texto completo