VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

Oxidative stress biomarkers and aggressive behavior in fish exposed to aquatic cadmium contamination

A. Almeida, JeaneE. Barreto, RodrigoL. B. Novelli, EthelJ. Castro, FabioE. Moron, Sandro

O objetivo deste estudo foi investigar a possível relação entre a exposição ao cádmio, os marcadores hepáticos de estresse oxidativo e o comportamento agressivo em tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus). Os peixes foram primeiramente expostos à concentração de 0,75 mg/L de CdCl2 durante 15 dias (12 peixes isolados em cada grupo), após o qual o teste de comportamento foi aplicado. Peixes do grupo controle e do grupo exposto ao cádmio foram pareados durante 1 hora (6 pares de peixes por grupo) para determinação de parâmetros de agressividade. Imediatamente após o teste comportamental, os animais foram sacrificados e o fígado foi coletado para as determinações bioquímicas. O cádmio diminuiu a agressão em tilápias do Nilo. Animais subordinados e expostos ao cádmio mostraram uma redução na atividade da enzima glutationa peroxidase (GSH-Px), quando comparados aos dominantes. Nenhuma alteração foi observada na atividade da glutationa peroxidase dependente de selênio (Se-GSH-P) e na superóxido dismutase Cu Zn, mas a atividade total da superóxido dismutase aumentou em animais subordinados e expostos ao cádmio, quando comparado ao controle subordinado. A atividade da catalase aumentou em peixes expostos ao cádmio. As concentrações de lipoperóxido aumentaram em peixes expostos ao cádmio, indicando que a toxicidade deste pode afetar os biomarcadores de estresse oxidativo em tilápias do Nilo. O estresse social induziu lipoperoxidação em tilápia do Nilo e animais subordinados e expostos ao cádmio responderam com baixas atividades de enzimas antioxidantes hepáticas do que em peixes dominantes. O presente estudo mostra que a exposição ao cádmio é capaz de induzir alterações no status social e nos parâmetros de estresse oxidativo nesta epécie.

Texto completo