VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 77-86

Diet of four annual killifishes: an intra and interspecific comparison

Laufer, GabrielArim, MatíasLoureiro, MarceloPiñeiro-Guerra, Juan ManuelClavijo Baquet, SabrinaFagúndez, César

Nós examinamos a dieta de 4 peixes anuais, Austrolebias viarius, Austrolebias cheradophilus, Austrolebias luteoflammulatus e Cynopoecilus melanotaenia, que habitam poças temporárias do sudeste do Uruguai, através da análise de conteúdo estomacal. Os peixes foram capturados em cinco poças temporárias da bacia da lagoa Castillos, na região de Humedales del Este. Nós identificamos 13099 itens de presas estraídos de 669 estômagos das quatro espécies. No sistema estudado, peixes anuais representam os predadores de topo mais abundantes e conspícuos. Os rivulídeos são predadores generalistas nas poças temporaries estudadas, consumindo principalmente itens aquáticos. Zooplâncton representou o item principal da dieta para as quatro espécies, seguido de ovos, algas e diatomáceas. Insetos compoem o próximo grupo em número de presas, como segue: larvas de Diptera (especialmente Chironomidae e Cullicidae), Ephemeroptera (especialmente Betidae), e larvas de Coleoptera (especialmente Dytiscidae). Ácaros foram também presas importantes em número. As quatro espécies de peixes diferem na composição e riqueza das dietas. O padrão geral de diferenciação da dieta entre espécies e grupos demográficos de rivulídeos pode ser relacionado à variação do tamanho corporal. Como predadores de topo, os rivulídeos anuais são um componente importante dos ecossistemas de poças temporárias. A compreensão da história natural destas espécies e de suas comunidades é necessária a sua conservação.(AU)

Texto completo