VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

Water pH and hardness alter ATPases and oxidative stress in the gills and kidney of pacu ( Piaractus mesopotamicus )

Copatti, Carlos EduardoBaldisserotto, BernardoSouza, Carine de FreitasMonserrat, José MaríaGarcia, Luciano

RESUMO Este estudo objetivou analisar o efeito de baixa e alta dureza da água em interação com diferentes pH da água em pacu (Piaractus mesopotamicus). Juvenis de pacu foram submetidos a baixa (50 mg CaCO3 L-1 - BDA) ou alta dureza da água (120 mg CaCO3 L-1 - ADA) em pH da água de 5.5 ácido), 7.5 (circum-neutro) ou 9.0 (alcalino) por 15 dias. Foram coletados brânquias e rim (dias 1, 5 e 15). Atividade de Na+/K+-ATPase (NKA) e H+-ATPase do tipo vacuolar (V-ATPase) branquial foram maiores em pH alcalino com ADA no dia 1. Atividade de NKA e V-ATPase branquial e renal foram maiores em pH ácido com BDA no dia 15. Atividade de NKA branquial de pacus submetidos a pH alcalino com BDA foi maior que aqueles expostos para ADA. Em peixes expostos a pH ácido ou alcalino com BDA houve redução da capacidade antioxidante nas brânquias e rim e aumento dos níveis de substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS). Em ADA aumentou a atividade da glutationa-S-transferase (GST) e reduziu níveis de TBARS nas brânquias e rim. No dia 15, a atividade da GST foi maior em pH ácido com BDA. Em conclusão, pH circum-neutro apresentou menor estresse oxidativo e poucas variações na atividade de ATPases e ADA reduziu efeitos deletérios em peixes expostos a pH ácido ou alcalino.

Texto completo