VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 01-15

Variações ontogenéticas e hábitos alimentares de um peixe anual Neotropical do sul do Brasil

Dias, Tatiana SStein, Ricardo JFialho, Clarice B

Conhecer a biologia alimentar de uma população e seus aspectos ontogenéticos podem auxiliar na compreensão do funcionamento de assembleias de peixes, fundamental para a conservação da biodiversidade do habitat no qual estas espécies são encontradas. Peixes anuais completam seu ciclo de vida em ambientes aquáticos temporários, sendo encontrados no estágio adulto somente em breves períodos anuais. Mudanças nos hábitos alimentares entre diferentes classes de tamanho podem indicar que uma espécie pertence a distintos grupos alimentares nas diferentes fases do crescimento. Este trabalho teve como objetivo caracterizar a dieta de Cynopoecilus fulgens Costa, 2002 em uma área temporariamente alagada na planície costeira sul-riograndense, levando em consideração possíveis alterações nos hábitos alimentares nas diferentes classes de tamanho corporal causadas por mudanças ontogenéticas, visando explicar a coexistência destes indivíduos em um curto espaço de tempo. A análise da dieta indica que C. fulgens é uma espécie generalista, ingerindo pequenos crustáceos e insetos autóctones. Diferenças intraespecíficas na composição da dieta foram verificadas quando comparadas entre as nove classes de comprimento padrão estabelecidas. Adultos se alimentaram principalmente de insetos autóctones, enquanto os juvenis ingeriram principalmente crustáceos, sendo a população separada em dois grupos tróficos: invertívoros e invertívoros com tendência à zooplanctivoria. É possível concluir que as mudanças ontogenéticas na dieta de C. fulgens estejam relacionadas a restrições morfológicas decorrentes do tamanho dos indivíduos, já que as relações competitivas, em termos alimentares, não são aparentemente tão evidentes.(AU)

Texto completo