VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 01-11

Características da história de vida de Characidium pterostictum (Characiformes, Crenuchidae) ao longo do gradiente longitudinal de um rio Neotropical no sul do Brasil

Fitz, Raquel CRodenbusch, Cesar ADala-Corte, Renato BAzevedo, Marco A

As características de história de vida de Characidium pterostictum Gomes, 1947 (Characiformes, Crenuchidae) de três diferentes trechos do rio dos Sinos, no sul do Brasil, foram descritas e analisadas comparativamente, de acordo com o gradiente longitudinal. Os resultados mostraram que, nos três trechos avaliados, a espécie possui período reprodutivo sazonalmente definido, com o pico de reprodução situado nos meses mais quentes e com maior comprimento do dia (novembro a fevereiro). O número de fêmeas foi sempre superior ao de machos e, no ponto mais a montante, somente fêmeas foram encontradas. A fecundidade absoluta média estimada para a espécie variou entre 5189 (±2131 SD) e 7394 (±3807 SD), enquanto que a fecundidade relativa média (oócitos por mg de peso total da fêmea) variou entre 1,08 (±0,40 SD) e 1,12 (±0,29 SD). O desenvolvimento oocitário foi do tipo sincrônico em dois grupos, típico de espécies que apresentam desova total. A comparação no gradiente longitudinal sugere que o tamanho corporal dos indivíduos de C. pterostictum (comprimento padrão) e a proporção sexual foram as únicas características que diferiram entre os trechos amostrados. Aparentemente, há uma tendência de indivíduos maiores e, portanto, de fêmeas serem mais frequentes em trechos mais a montante do rio dos Sinos, com um decréscimo no tamanho corporal e na proporção de fêmeas em relação aos machos de montante para jusante.(AU)

Texto completo