VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 147-156

Composição e padrões ecológicos da assembleia de serpentes em uma zona de transição Amazônia-Cerrado no Brasil

Pinheiro, Leandra CAbe, Pedro SBitar, Youszef O. CAlbarelli, Luiz P. PSantos-Costa, Maria C

Avaliamos neste estudo a composição de espécies, e características ecológicas de uma comunidade de serpentes em área de transição Cerrado-Amazônia, no Centro-Oeste do Brasil (Estado do Mato Grosso). Coletamos os dados durante seis expedições para "Tanguro" (área de estudo) através dos métodos de procura visual, armadilhas de interceptação e queda e encontros ocasionais. Registramos 194 espécimes, distribuídas em 34 espécies, 26 gêneros e oito famílias. As espécies mais abundantes foram Crotalus durissus Linnaeus, 1758 (n = 50), Philodryas olfersii (Lichtenstein, 1823) (n = 15), Philodryas nattereri Steindachner, 1870 (n = 13), Xenodon rabdocephalus (Wied, 1824) (n = 12), Lachesis muta (Linnaeus, 1766) (n = 10) e Erythrolamprus almadensis (Wagler, 1824) (n = 10). A composição de espécies encontrada representa uma combinação entre a fauna de Cerrado e Amazônica.(AU)

Texto completo