VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 01-08

AVALIAÇÃO DO EFEITO DO STRESS SALINO SOBRE O DESENVOLVIMENTO INICIAL DE RÚCULA

Lima Araújo, MarlonSilva Oliveira, SamaraLarissa Bezerra Souza, JéssicaGiovane Pedrosa de Abreu, MarcosLuiz Melhorança Filho, André

O estudo das condições ambientais favoráveis ao desenvolvimento inicial das plantas é o ponto chave para obtenção de altas produtividades e desenvolvimento vegetal satisfatório. Em vista dessa afirmativa o presente estudo objetivou avaliar o desenvolvimento inicial de rúcula (Eruca sativa cv. Cultivada Feltrin) submetida a distintas condições de stress salino. Para a condução do experimento emergiu-se folhas de papel germitest em soluções de água destilada e cloreto de sódio com as seguintes condições hídricas: 0; -0,2; -0,4; -0,6; -0,8; -1,0 MPa. Após imersão das folhas nas soluções submeteu-se sementes de rúcula às diferentes condições de stress durante 8 (oito) dias. Observou-se neste trabalho que o desenvolvimento do hipocótilo e da radícula decresce linearmente com o aumento do stress salino. A germinação da rúcula resiste a condições salinas até -0,4 MPa, havendo a partir desse stress e diferença significativa na germinação das sementes.

Texto completo