VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 8-8

Perfil dos apicultores do município de Catolé do Rocha, PB

Nascimento, Jobson da SilvaAzevedo, Adriano Gomes de AzevedoRamos, José Henrique VieraSantos, Tiago Rodrigues dosBezerra, MiguelBarbosa, Julicelly GomesLopes, Chiara Rodrigues de Amorin

O mel é o mais importante produto produzido pelas abelhas e por ser natural, tem atraído de modo crescente o olhar do consumidor brasileiro nos últimos anos, tudo isso em grande parte, graças à procura por alimentos de boa qualidade e salutares. Objetivou-se com este trabalho, caracterizar a apicultura em um modo geral no município de Catolé do Rocha PB, localizado no sertão do Estado. O periodo do trabalho foi de 09 de Dezembro de 2011 a 06 de Abril de 2012, com entrevistas diretas onde 09 (nove) produtores foram questionados, observando-se os seguintes parâmetros: espécie de abelha produzida, distribuição etária, estado civil, tamanho da família, associativismo, acesso ao crédito, mão- de-obra utilizada, atividades exploradas, objetivo da criação, tempo de atividade (anos), colmeias por apiário, quantidades de colmeias, tipos de colmeias, casa do mel, substituição da cera dos ninhos, controle de enxameação, alimentação artificial, recuperação da colônia órfà, união de enxames, anotação de floradas, cronograma de manejo, mercado dos produtos, registro de inspeção, formas de embalagem do mel, formas de vendas e pasto apícola. Onde 100%(9/9) dos apicultores entrevistados criavam Apis melifera.Com relação ao associativismo, contatou-se que, nesta pesquisa 89%(8/9) dos entrevistados estão associados e apenas 11%(1/9) não é associada a nenhuma cooperativa e o tipo dos apiários era do tipo fixa,78%8/9) dos apicultores entrevistados afirmaram utilizar mão de obra familiar enquanto 22%(2/9) afirmaram utilizar mão de obra contratada.55%(5/9) afirmaram ter a apicultura como atividade Secundária e 44%(4/9) afirmaram ter apicultura como atividade principal.33,3%(3/9) explora a agricultura juntamente com a apicultura, tendo a agricultura como atividade principal.55,5%(5/9) possuem mais de 30 colmeias, sendo a maior parte destas colmeias 89%(89/100) do tipo de madeira padronizadas,constatou-se que a maior parte dos entrevistados não possui casa do mel, 55%(5/9) e que 44%(4/9) possuem, Cerca de 90%(8/9) fazem substituição da cera dos ninhos cerca de 60%(6/9) controle de enxameação e 78%(8/9) fazem controle de pragas.Quanto ao mercado dos produtos, 44,4%(4/9) dos entrevistados afirmaram vender os produtos para o mercado nacional, 33,3%(3/9) afirmaram vender seus produtos para mercado estadual e 22,2%(2/9) afirmaram vender para mercado local. Pode-se concluir que os apicultores entrevistados, apesar da longa experiência, de estarem associados às cooperativas de fazerem controle de pragas precisam além de incentivo do governo, de serem mais organizados quanto à produção de mel e quando feitas as devidas correções desses empecilhos, o produtor poderá usufruir dessa produção, maximizando-a e tornando-a lucrativa e sustentável.(AU)

Texto completo