VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 24-37

Uso de subprodutos do algodão na nutrição de ruminantes

Paim, Tiago do PradoLouvandini, HelderMcmanus, Concepta MargaretAbdalla, Adibe Luiz

O caroço, o farelo e a torta de algodão destacam-se como fonte alternativa de proteina e energia, que pode diminuir o custo da dieta dos animais. Estes produtos apresentam elevada quantidade de ácidos graxos, o que pode propiciar maior deposição de gordura na carcaça e maior ganho em peso, além de uma carne de melhor qualidade. Uma das grandes limitações para o uso desses produtos na nutrição animal é a presença de quantidades elevadas de gossipol (Gp). Esta substância é tóxica para os animais, sendo bastante conhecidos os seus efeitos deletérios no sistema reprodutivo de machos, principalmente em animais jovens. Esta caracteristica tem criado alguma resistência ao uso desses produtos na nutrição de ruminantes. Entretanto, apesar do potencial tóxico do Gp e de fatores de risco associados com a diminuição da fertilidade, os subprodutos de algodão oferecem uma alternativa que pode ser segura para a alimentação de ruminantes quando o teor desta substância no alimento é conhecido e utilizado em níveis recomendados. Dessa forma, realizou-se a presente revisão objetivando esclarecer dúvidas quanto ao uso dos subprodutos do algodão na alimentação de ruminantes, evidenciando resultados de efeitos no sistema reprodutivo e de desempenho dos animais.(AU)

Texto completo