VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

Synovial fluid as an auxiliary diagnostic tool for different stages of canine visceral leishmaniasis

Rennó, Mário CésarVasconcellos, Amanda OtoniSantos, Rogerio RodriguesSilva, Rodrigo Otávio SilveiraCarneiro, Rubens AntônioPaes, Paulo Ricardo de Oliveira

RESUMO: As leishmanioses representam um complexo de doenças de caráter crônico de alta importância na saúde pública mundial e com distribuição geográfica ampla. A apresentação clínica variada e a baixa sensibilidade e especificidade de alguns métodos para a detecção da doença tornam complexo o diagnóstico da leishmainiose visceral canina (LVC). Entre os diversos testes laboratóriais disponíveis, estudos tem sugerido que a pesquisa de parasitos no líquido sinovial (LS) pode ser uma ferramenta auxiliar no diagnóstico da LVC. Apesar disso, inexistem estudos avaliando a relação entre o estágio clínico da doença e a detecção de Leishmania sp. no LS. Dessa forma, o presente trabalho teve como objetivo avaliar a detecção de amastigotas de Leishmania sp. no LS de cães acometidos por diferentes estádios da doença. Foram avaliados 48 cães, sendo 12 negativos para LVC (grupo controle negativo, G1) e 36 soropositivos. O grupo 2 (doença moderada, G2) incluiu animais classificados no estádio II da doença, enquanto o grupo 3 (doença grave, G3) abrangeu animais classificados em estádio III. Na análise do líquido sinovial dos cães, o parasito foi visualizado em seis (33,3%) cães do G2 e 16 (88,9)% dos cães de G3 (p=0.0437). O presente trabalho sugere que a análise do LS apresenta alto valor como ferramenta suplementar no diagnóstico da LVC. Em adição, o presente estudo indica, pela primeira vez, que o teste apresenta uma sensibilidade maior em animais que apresentam a forma grave da doença.

Texto completo