VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

Social and environmental factors in the diversity of tomato landraces from the South-Central region of Mexico

Moreno-Ramírez, Yolanda del RocioHernández-Bautista, AurelioRamírez-Vallejo, PorfirioCastillo-Gónzalez, FernandoRocandio-Rodríguez, MarioVanoye-Eligio, VenancioMora-Ravelo, Sandra Grisell

RESUMO: No presente estudo investigamos a relação da afiliação etnolinguística com a diversidade genética de variedades locais de tomate na região Centro-Sul do México. Um total de 30 variedades de tomate, coletadas em 18 aldeias com diferentes afiliações etnolinguísticas, foram analisadas. Verificamos que a diversidade genética das variedades crioulas de tomate está associada ao grupo etnolinguístico presente na região estudada. Nossos resultados mostram que existem diferenças morfológicas entre raças cultivadas por diferentes grupos etnolinguísticos. No entanto, também houve evidências de semelhanças morfológicas entre raças de grupos com diferentes afiliações etnolinguísticas. Finalmente, diferentes critérios de seleção, como, principalmente, cor, tamanho e forma dos frutos, desempenham um papel importante na divergência fenotípica entre as variedades crioulas cultivadas em diferentes sistemas agrícolas tradicionais.

Texto completo