VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

Gray mold in immature fig fruit: pathogenicity and growth temperature

Aparecida Rogovski Czaja, ElianeRegina Moreira, RafaeleCristina Rozwalka, LucianeAparecida Gomes Figueiredo, JosianeLarissa May De Mio, Louise

RESUMO: Várias doenças podem estar associadas com figos, mas recentemente uma podridão dos frutos foi observada em frutos verdes. O objetivo deste estudo foi determinar a patogenicidade de Botrytis sp., quantificar o período de incubação (PI) e o período de latência (PL), verificar a temperatura ótima para o crescimento micelial e identificar as diferentes espécies de Botrytis sp. isoladas a partir de frutos imaturos de figo. Botrytis sp. isolado a partir de figos provou ser patogênico em frutos imaturos com e sem ferimento na superfície dos frutos e no ostíolo. O PI foi de 3 dias em frutos com ferimento e 5 dias em frutos inoculados no ostíolo e sem ferimento. O PL foi de 6 dias em todos os tratamentos. A temperatura ótima de crescimento micelial foi18°C. A partir de sequências de um segmento que compreende a região de ITS do DNA ribossomal, concluiu-se que os isolados são Botrytis cinerea.

Texto completo