VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

Growth, survival and bone alterations in Piaractus mesopotamicus larvae under different rearing protocols

Roque Hernández, DavidHernán Agüero, CarlosJosé Santinón, JuanOscar González, AlfredoSánchez, Sebastián

O pacu (Piaractus mesopotamicus) é um peixe neotropical de água doce. É uma das espécies mais importantes cultivadas em áreas de bacias dos rios Paraná e Paraguay. Foi analisado o efeito da duração da larvicultura intensiva no crescimento, sobrevivência e incidência de malformações ósseas em pacu. Os tratamentos consistiram de uma larvicultura semi-intensiva (LS) em viveiros, larvicultura intensiva no laboratório até 60 dias de idade (LIn), ou misto, com 20 dias de larvicultura semi-intensiva após 14 (L1), 21 (L2), 33 (L3) e 40 (L4) dias de larvicultura no laboratório. No final da experiência, as larvas do tratamento LS apresentaram maior crescimento, com valores de peso médios (2,28g) e comprimento total (CT-48,20mm) estatisticamente superior ao resto (P 0,05). Os tratamentos L1 a L4apresentaram valores de crescimento intermediários, sem diferença estatística entre eles (P>0,05), enquanto LIn apresentaram os menores valores de crescimento estimados (P 0,05). A sobrevivência foi estimada em torno de 75% em todos os grupos, com exceção do LS, o qual apresentou um valor mais baixo (17,5%, P 0,05). Em todos os tratamentos experimentais, foram detectadas alterações esqueléticas, mas em nenhum caso foi encontrado alteração morfológica visível. O presente estudo mostra que a retenção prolongada de larvas de pacu em alta densidade melhora a disponibilidade temporal e sobrevivência dos juvenis, sem afetar o crescimento ou desenvolvimento osteológico posterior destes.

Texto completo