VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

Plant vibration of american pepper cultivars for fruit production in protected environment with and without closed sides

Gomes Nakada Freitas, PâmelaOliveira Magro, Felipede Toledo Rodrigues Claudio, MarinaEmília Barbosa Tavares, AnaIsmael Inácio Cardoso, Antoniode Brito Lima Lanna, Natália

Objetivou-se verificar o efeito da vibração de plantas na produção de frutos e sementes de pimenta americana em cultivo protegido com laterais aberta e fechada. O experimento foi realizado na Fazenda Experimental da Unesp/FCA, localizada no município de São Manuel-SP. Foram seis tratamentos, em esquema de parcelas subdivididas, sendo as duas parcelas a vibração ou não das plantas e as subparcelas três cultivares de pimenta ('Dirce', 'Dínamo' e 'Doce Comprida'). As plantas foram vibradas balançando-se o arame onde se prendia o tutor de bambu com a mão por cerca de 5 segundos, duas vezes por dia. O delineamento foi em blocos ao acaso, com três repetições. O mesmo experimento foi realizado em dois ambientes: com e sem fechamento das laterais com tela. As características avaliadas foram: massa e número de frutos totais e comerciais (sem defeitos aparentes) por planta; porcentagem de frutos comerciais; massa, diâmetro e comprimento de fruto; massa e número de sementes por fruto; e altura de planta. A produção de frutos foi maior no ambiente com as laterais fechadas, com 24 frutos comerciais por planta, enquanto, no ambiente aberto, foram sete. A vibração de plantas de pimentas americanas não afetou a produção, comprimento, diâmetro e massa média de frutos. Apenas para a cultivar 'Doce Comprida' obteve-se maior produção de sementes por fruto no ambiente aberto em relação ao ambiente fechado, na ausência de vibração das plantas, com média de 259 e 126 sementes por fruto, respectivamente. A vibração de plantas de pimentas americanas não afetou a produção, comprimento, diâmetro e massa média de frutos comerciais

Texto completo