VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

Fitorreguladores e espectros de luz na micropropagação de Oncidium baueri Lindl

Silva Camargo, SamilaBrandstetter Rodrigues, DanieleMoreira Rodrigues, CarolineMarinho de Assis, AdrianeTadeu de Faria, RicardoWullf Schuch, Márcia

Considerando que algumas espécies de orquídeas estão ameaçadas de extinção, a micropropagação é uma alternativa para a produção de um grande número de mudas com qualidade, em curto espaço de tempo. Dentre os fatores que poderão interferir na eficácia dessa técnica, podem ser citados os fitorreguladores e o espectro da luz. Assim, o objetivo do trabalho foi verificar a multiplicação e o enraizamento in vitro da orquídea Oncidium baueri com uso de diferentes concentrações de fitorreguladores e distintos filtros modificadores da luz natural. Para a multiplicação dos explantes, foram avaliados dois fatores: diferentes concentrações de 6-benzilaminopurina (BAP) (0, 1,0 e 2,0mg L-1) e espectro de luz, com uso ou não de filtros (azul, vermelho, verde); no período de enraizamento, testaram-se duas concentrações de ácido indolbutírico (AIB) (0 e 0,1mg L-1) e os mesmos níveis de luz. Concluiu-se que, durante a multiplicação, a não utilização de BAP e filtros proporciona maior número de folhas, brotações e maior comprimento dessas brotações. Na etapa de enraizamento, obtiveram-se raízes mais desenvolvidas em meio de cultura com 0,1mg L-1 de AIB.

Texto completo