VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

Detection of fluoroquinolone resistance by mutation in gyrA gene of Campylobacter spp. isolates from broiler and laying (Gallus gallus domesticus) hens,from Rio de Janeiro State, Brazil

da Silva Frasao, BeatrizMedeiros, ValériaVictor Barbosa, AndréSilva de Aguiar, WaldemirFaccini dos Santos, FelipeLima da Costa Abreu, DayseMandetta Clementino, MaysaHelena Cosendey de Aquino, Maria

As aves são consideradas o principal reservatório de Campylobacter spp., um importante patógeno para humanos e muitos estudos têm relatado uma rápida seleção de cepas resistentes às fluoroquinolonas após o uso destes antimicrobianos na produção avícola e na medicina humana. O principal mecanismo de resistência às fluoroquinolonas em Campylobacter consiste na mutação na Região Determinantes de Resistência às Quinolonas (RDRQ) do gene gyrA, que codifica para a subunidade A da enzima DNA girase, alvo das fluoroquinolonas. O objetivo deste estudo foi investigar a mutação na RDRQ do gene gyrA em cepas de Campylobacter previamente isolados de carcaças de frangos de corte e fezes de galinhas poedeiras. Foram selecionadas 38 cepas de C. jejuni e 19 cepas de C. coli (n=57), previamente caracterizadas como resistentes à ciprofloxacina e enrofloxacina, pelo método da difusão em disco e pela determinação da concentração inibitória mínima. Para detecção da mutação, foi utilizado sequenciamento direto de um fragmento de 454pb da RDRQ do gene gyrA gerado por PCR. Todas as cepas apresentaram a mutação na RDRQ do gene gyrA no códon 86 (Tre-86-Ile), que confere resistência às fluoroquinolonas e outras mutações silenciosas foram observadas. A caracterização genotípica da resistência às fluoroquinolonas em Campylobacter confirmou a prévia detecção fenotípica dessa resistência e a mutação Tre-86-Ile foi observada na totalidade das amostras, comprovando ser esta a mutação predominante em cepas de C. jejuni e C. coli resistentes à enrofloxacina e ciprofloxacina.

Texto completo