VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

Deposição de calda de pulverização e produtividade da soja cultivada em diferentes arranjos espaciais

Holtz, VandoirFerreira Couto, RodneyGomes de Oliveira, DaniloFialho dos Reis, Elton

O principal objetivo da aplicação de produtos fitossanitários é o controle eficiente de insetos-praga, patógenos e plantas daninhas. O arranjo espacial da cultura pode interferir na estrutura morfológica da planta e alterar a arquitetura da planta, criando condições diferenciadas para a penetração das gotas no dossel. Este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito de diferentes estandes e espaçamentos entrelinhas na deposição de calda de pulverização e na produtividade da cultura da soja. Foi utilizado um delineamento experimental em blocos casualizados no esquema fatorial 2x6, sendo dois estandes (160.000 e 240.000 plantas ha-1) e seis espaçamentos entrelinhas (0,30; 0,40; 0,50; 0,60; 0,70m e 0,50m em semeadura com linhas cruzadas), com quatro repetições. Foram avaliados o tempo de fechamento das entrelinhas, a porcentagem de fechamento das entrelinhas, a deposição de calda de pulverização nos terços superior, médio e inferior da planta, a razão deposição entre o terço superior e inferior do dossel e a produtividade. Os tratamentos com espaçamentos de 0,6 e 0,7m não atingiram 100% de fechamento. Houve maior deposição no terço inferior nas parcelas semeadas em linhas cruzadas. A maior produtividade de grãos ocorreu no espaçamento de 0,4m. Os resultados indicam que a alteração do arranjo espacial pode aumentar o tempo de fechamento e/ou reduzir o fechamento total das entrelinhas da soja, possibilitando controle eficiente das doenças de baixeiro.

Texto completo