VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

Socio-demographic profile of different samples of Latin American rural extensionists

Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Tecnológicas (CONICET)) Landini, FernandoBianqui, Vanina

A fim de elaborar e implementar políticas públicas no contexto do desenvolvimento rural, é muito comum a coleta de informações sobre a distribuição e as características da agricultura familiar. Em contraste, tem sido dada pouca atenção à descrição sociodemográfica dos extensionistas rurais, que são os que apoiam a agricultura familiar no território. Entre 2010 e 2012, foi feita umtrabalho em que foram pesquisados extensionistas rurais que trabalham em 10 países latino-americanos diferentes, permitindo, assim, uma descrição preliminar do perfil sociodemográfico destes extensionistas. As amostras foram incidentais, variando de 19 indivíduos (Bolívia) a 220 (Argentina), implicando que elas não são representativas. Foram encontradas diferenças estatisticamente significativas no sexo, idade, experiência, nível de escolaridade e título academico dos extensionistas das amostras pertencentes aos diferentes países. Em média, a maioria dos extensionistas são homens (70,1%), tem 40,3 anos de idade e tem pouco mais de 11 anos de experiência como extensionistas rurais. Os brasileiros pesquisados são os mais idosos, educados e experientes entre as diferentes amostras. Em geral, a maioria dos extensionistas têm formação técnica e são engenheiros agrícolas. Na amostra uruguaia, pode ser encontrado o maior percentual de extensionistas provenientes da área das ciências sociais.

Texto completo