VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

Características fermentativas de silagens de cana-de-açúcar com erva-sal

Gledyson da) Silva, JoséAdriano Ávila) Queiroz, MárioGarcia Leal Araujo, GhermanGonçalves da) Silva, BrunoAparecido da Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA)) Cunha, JoséHenrique Mazza) Rodrigues, Paulo

Objetivou-se com o presente estudo avaliar diferentes níveis (0, 20, 40 e 60%) de inclusão de erva-sal na dinâmica fermentativa da silagem de cana-de-açúcar. Utilizou-se delineamento experimental inteiramente casualizado com quatro tratamentos e seis repetições. Após 90 dias, com a abertura dos silos, determinou-se os teores de carboidratos solúveis (CHO-Sol), etanol, ácidos orgânicos (lático, acético, propiônico, butírico), proteína bruta (PB), matéria mineral (MM), matéria seca (MS), fibra em detergente neutro livre de cinzas (FDNc), pH e poder tampão (PT); estimou-se a perda total de MS, perdas por efluente e gases, densidade e a recuperação da MS. Os níveis crescentes de erva-sal propiciaram diminuição das perdas totais de MS e por efluente, aumento de seu teor e recuperação desta. As silagens apresentaram pH adequado à conservação (3,70) e concentração de minerais acrescidos. As concentrações de etanol foram influenciadas (P 0,05) pelo incremento de erva-sal, em que se observou redução de 51,84%, com 40% de erva-sal na silagem de cana. A adição de erva-sal reduz as perdas de MS e a produção de etanol e, melhora a qualidade fermentativa da silagem de cana-de-açúcar.

Texto completo