VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

TONOMETRIA DA ARTÉRIA FEMORAL EM CÃES SAUDÁVEIS E COM DOENÇA VALVAR MITRAL DEGENERATIVA CRÔNICA

Nogueira, Rodrigo BernardesPereira, Lucas AnacrettoGomide, Luciene Barbosa

Resumo A tonometria de aplanação é um método capaz de aferir a pressão sanguínea dentro de uma artéria. Além de especulações sobre a razão das variações de amplitude das ondas de pulso femoral em cães com doença degenerativa valvar mitral crônica (DVMDC), em medicina, já está demonstrado que muitos sintomas de insuficiência cardíaca em pessoas são atribuíveis a anormalidades funcionais vasculares periféricas e não estão muito associados com parâmetros hemodinâmicos centrais. Desse modo, este trabalho teve por objetivo verificar a aplicabilidade da tonometria vascular em cães, avaliar as medidas de pressão na artéria femoral de cães saudáveis e compará-las com as de cães com regurgitação mitral devido à DVMDC. Os parâmetros tonométricos ainda foram correlacionados com índices cardíacos obtidos pela ecocardiografia. Os dados foram obtidos de 10 cães saudáveis e de 10 cães com DVMDC com regurgitação mitral à ecocardiografia. Observou-se que o período de pré-condução da onda de pulso foi significantemente menor nos animais com DVMDC do que nos saudáveis. Houve uma forte correlação entre a pressão sistólica da artéria femoral com parâmetros determinantes da função sistólica do coração nos animais saudáveis. A tonometria por aplanação da artéria femoral mostrou-se uma técnica aplicável em cães.

Texto completo