VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 373-380

IDENTIFICAÇÃO DE MAMÍFEROS SILVESTRES DO PANTANAL SUL-MATO-GROSSENSE PORTADORES DE Leptospira spp.

Souto Vieira, AnahiMaria Soares Rosinha, GráciaArruda Vasconcellos, SilvioMaria de Moaris, ZenaideCampozano Viana, RosielleElisei de Oliveira, CarinaOliveira Soares, CleberRibeiro de Araújo, FlabioMiranda Mourão, Guilhermede Cassia Bianchi, RitaOlifiers, NatalieRademaker, VitorLopes Rocha, FabianaOliveira Pellegrin, Aiesca

Foi realizado um levantamento da infecção por Leptospira spp. em mamíferos silvestres do Pantanal sul-mato-grossense com o emprego da reação de soroaglutinação microscópica (SAM) e da reação em cadeia da polimerase (PCR). Os sorovares de maior frequência nos animais investigados foram Hardjobovis (28%), Icterohemorhagiae (12%), M-110/2006 (isolado de Cerdocyon thous; 16%), Canicola (L014 isolada de Bos taurus, 4%), Whitcombi (4%), Pomona (20%), Autumnalis (12%) e Copenhageni (M9/99 isolada de Rattus norvegicus, 4%). Das 79 amostras examinadas pela PCR, 21 (26,58%) foram positivas, com a amplificação de um fragmento de aproximadamente 331pb. Dois fragmentos amplificados obtidos de amostras de C. thous foram clonados, sequenciados e identificados como L. interrogans por análise filogenética.PALAVRAS-CHAVE: leptospirose; mamíferos silvestres; Pantanal; PCR; sorologia,

Texto completo