VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

HEMANGIOSSARCOMA EM CÃO

Rodrigues Moroz, LudmilaSchweigert, Augusto

Foram encaminhados para o Laboratório de Anatomia Patológica da Faculdade de Medicina Veterinária do Grupo Integrado de Campo Mourão, Paraná, Brasil, os corpos de duas cadelas. A primeira, Teckel, 9 anos de idade, que apresentou morte súbita, e suspeita de intoxicação por monofluoracetato de sódio, observaram-se 30 mL sanguinolento, intensa aderência entre uma porção de fígado e intestino delgado e área de ruptura de cápsula hepática. Em fígado ainda observavam-se áreas de coloração mais escura, como manchas sem forma definida, adentrando em parênquima. A segunda, Rottweiler, 4 anos. Ao exame necroscópico observou-se pouco líquido sanguinolento em cavidade abdominal, dilatação cardíaca e hipertrofia em ventrículo cardíaco esquerdo, área de 1 cm de diâmetro de destruição em válvula mitral; e em sistema nervoso central, em cérebro, área de 5 cm de extensão de crescimento, de coloração avermelhada, expandindo de córtex para massa branca. Em exame histopatológico ambos tumores foram diagnosticados como hemangiossarcoma (HSA).Palavras-Chave: hemangiossarcoma; cão; Rottweiler; Tekel; necropsia HEMANGIOSARCOMA IN DOGSABSTRACTIt was sent to the Pathological Anatomic Laboratory of Veterinary Medicine of Grupo Integrado ofCampo Mourao, Parana, Brazil, bodies from two bitches. The first one, a Teckel, nine years old, diedof acute form, with suspect of sodic monofluoracetato intoxication.

Texto completo