VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 10-17

Mistura dos herbicidas clodinafop-propargyl e 2, 4-D na seletividade para o trigo e controle de aveia preta

Schmitt, JaquelineFerreira, Luan VinicíusCarneiro, Adriano LopesJochem, WilianOliveira Neto, Antonio Mendes deGuerra, Naiara

O objetivo do presente trabalho foi analisar a associação de clodinafop-propargyl e 2,4-D na seletividade para a cultura do trigo e controle da aveia preta. O experimento foi realizado durante os meses de maio a agosto de 2014, em Campo Mourão – PR, no campus do Centro Universitário Integrado, utilizando-se a cultivar CD 150, com população de aproximadamente 80 plantas por metro linear, em espaçamento de 0,17m entrelinhas e profundidade de 4 cm. A infestação da aveia preta foi obtida através da semeadura a lanço nas entrelinhas centrais de cada parcela para posterior avaliação de seu controle. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com nove tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos utilizados foram testemunha sem herbicida, clodinafop-propargyl isolado nas doses de 24 e 60 g ha-1 e 2,4- D isolado nas doses de 403 e 806 g ha-1 e quatro combinações de clodinafop-propargyl e 2,4-D. As avaliações de controle de aveia preta e porcentagem de fitointoxicação foram realizadas aos 7, 15, 30 e 45 dias após a aplicação (DAA), e aos 45 DAA o estande e altura de plantas do trigo. Há controle satisfatório da aveia preta com a associação de clodinafop-propargyl na dose de 60 g ha-1 isolado ou associado com 2,4-D. O clodinafop-propargyl isolado ou associado ao 2,4-D não afetou a altura e número de perfilhos do trigo. Não houve interação (antagonismo ou sinergismo) da mistura de clodinafop-propargyl e 2,4-D para o controle de aveia preta e seletividade para o trigo, cultivar CD 150.(AU)

Texto completo