VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 19-26

Ambiente e densidade de semeadura em cultivares de soja para produção de biodiesel

Almeida, Bernardo Coutinho dePeluzio, Joênes MucciOliveira Junior, Waldesse Pirage deCarvalho, Edmar Vinícius deAfférri, Flávio SérgioSantos, Weder Ferreira dos

O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito de diferentes ambientes e densidades de semeadura em cultivares de soja, no Estado do Tocantins. Foram realizados cinco ensaios de competição de cultivares, semeados entre os meses de novembro/2012 e janeiro/2013, em que cada um representou um ambiente distinto: três em Gurupi-TO e, dois em Palmas-TO. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso, com nove tratamentos e três repetições. Os tratamentos foram dispostos em esquema fatorial 3 x 3: três cultivares (P98Y70, M8766RR, M9144RR) e; três densidades de semeadura (6, 10 e 14 plantas m-1). A colheita das plantas foi realizada uma semana após o estágio R8 em que na área útil da parcela foram avaliadas a produtividade de grãos (kg ha-1), teor de óleo (%) e rendimento de óleo (kg ha-1). A semeadura em época inadequada promoveu redução de aproximadamente 50% na produtividade de grãos e, de 64%, no rendimento de óleo. Os cultivares apresentaram teores de óleo entre 18,90% (P98Y70) e 20,99% (MSOY 9144RR), com rendimento de óleo entre 513,94 (P98Y70) a 579,31 kg ha-1 (MSOY 9144RR). A mudança do ambiente promoveu maior influência nos atributos avaliados que a densidade de plantas. O cultivar M9144RR apresentou características favoráveis para a produção de biodiesel.(AU)

Texto completo