VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

Molecular characterization of Rhodococcus equi isolates of horse breeding farms from an endemic region in South of Brazil by multiplex PCR

da Costa Krewer, CristinaAugusto Spricigo, Dênisde Avila Botton, SôniaMatiuzzi da Costa, MateusSchrank, IreneCastagna de Vargas, Agueda

Rhodococcus equi é um coco-bacilo gram positivo que causa pneumonia em potros. Trata-se de um patógeno oportunista amplamente detectado no ambiente e isolado de várias fontes, como solo, fezes e intestino de potros doentes e sadios. O presente estudo visa caracterizar a situação epidemiológica de criatórios eqüinos da região de Bagé, RS, Brasil, pela técnica de PCR multiplex. Cento e dezoito isolados de R. equi foram identificados por testes bioquímicos e, posteriormente, submetidos a um PCR multiplex para caracterização da espécie e da presença do gene vapA. Estes isolados eram provenientes de três haras com histórico da doença, dois haras onde não havia casos da doença e uma propriedade onde a infecção por R. equi é relatada frequentemente. Todos os isolados clínicos provenientes de haras onde a doença é endêmica e/ou esporádica foram vapA positivos. Nenhum isolado ambiental foi vapA positivo. Nos três haras onde a doença é esporádica, 11,54% dos isolados de fezes de eqüinos adultos foram positivos para o gene vapA. A técnica de PCR multiplex mostrou-se efetiva para caracterização epidemiológica e molecular dos criatórios equinos, estando de acordo com o histórico da propriedade. Um fato relevante demonstrado pela aplicação desta técnica foi a detecção de R. equi vapA positivo nas fezes de eqüinos adultos. Esta observação pode pressupor que haja outras vias de disseminação da bactéria dentro de uma propriedade.

Texto completo