VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

Disinfectant and antibiotic activities: a comparative analysis in Brazilian hospital bacterial isolates

Aparecida Guimarães, MárciaTibana, AnitaPaiva Nunes, MarlyRegina Netto dos Santos, Kátia

As infecções nosocomiais têm se tornado uma importante causa de morbidade e mortalidade em todo o mundo. Práticas adequadas de higiene e desinfecção ambiental são fundamentais para o controle destas infecções. O objetivo deste trabalho foi avaliar a atividade bactericida de alguns desinfetantes em amostras hospitalares resistentes e sensíveis à antibióticos. A susceptibilidade aos desinfetantes e antibióticos de 27 amostras clínicas foi determinada pelo Método de Diluição de Uso (AOAC) e pelo Método de Kirby-Bauer, respectivamente. Os resultados mostraram que todas as amostras testadas foram susceptíveis ao hipoclorito de sódio, ao glutaraldeído e à associação de quaternário de amônio-formaldeído-álcool etílico. Contudo, a susceptibilidade das amostras ao fenol e ao quaternário de amônio se mostrou variável. Entre 21 amostras multirresistentes à antibióticos (Staphylococcus resistente à meticilina, Enterococcus spp, Pseudomonas aeruginosa, Klebsiella pneumoniae, Proteus mirabilis, Enterobacter cloacae, Serratia marcescens e Escherichia coli) onze (52%) e oito (38%) foram resistentes ao composto quaternário de amônio e aos fenóis, respectivamente. Dentre as 6 amostras que demonstraram susceptibilidade aos antibióticos (estafilococos, Enterococcus spp, P. mirabilis, E. cloacae e E. coli), duas amostras (33%) mostraram resistência a estes desinfetantes. Os resultados observados neste estudo mostraram que não houve correlação entre susceptibiliadde à antibióticos e susceptibilidade à desinfetantes quando foram analisadas amostras clínicas hospitalares.

Texto completo