VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

Birds of a eucaliptos woodlot in interior São Paulo

O. Willis, E.

Cerca de 255 espécies de aves foram registradas entre 1982-2001 dentro e próximo do Horto Florestal, em 2314 ha de plantações antigas de eucaliptos e sub-bosque nativo com um lago, próximo a Rio Claro, no centro do Estado de São Paulo, Brasil. Esse registro é próximo das 263 espécies registradas dentro e próximo de uma mata natural dez vezes menor, com 230 ha. As espécies diferentes foram 44, para um total de 307 em ambas as áreas. Cento e cinqüenta espécies não-vagantes de mata e borda foram registradas em 1982-86, assim como 152 na mata nativa pequena. Com os anos secos e a retirada de madeira em 1985-93, 21 das 150 espécies desapareceram, 42 espécies diminuíram em números, 40 permaneceram estáveis, 19 aumentaram (15 sendo espécies de borda) e 5 surgiram (uma de mata seca e 4 de borda), portanto, 129 espécies permaneceram em 1996-2001 se comparado com 133 na mata nativa. As aves de áreas abertas foram 33, versus 50 em áreas de canaviais junto à área florestada, para um total de 53. Várias espécies, assim como algumas de borda, não entraram em áreas abertas do lago, isoladas e capinadas, ou levaram vários anos para entrar. As aves aquáticas e de brejo foram 46 versus 40 em pequenos riachos e lagos próximos à área natural (total 55), mas muitas eram migrantes ou visitantes infreqüentes usando áreas distantes, e talvez devessem ser contadas como 0,1-0,9 "espécie local", em vez de "1" espécie. O uso deste método mais refinado reduziria os totais para aves aquáticas de 14 "espécies" no Horto e de 11 nos arredores da área nativa. Também, recomendo efetuar o censo por longos períodos nas margens de grandes áreas, ou muitas espécies de borda serão registradas somente em pequenos fragmentos de habitat. Várias espécies aumentaram e outras diminuíram com as ocasionais limpezas do lago e retiradas de taboais e lírios-de-água. Um corredor de mata entre o Horto e a área natural é recomendado, com os velhos eucaliptos se encarregando de proporcionar flores para os beija-flores.

Texto completo