VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 487-495

Fecundidade e morfometria de Achelous spinimanus (Latreille, 1819) (Brachyura, Portunidae) capturado no litoral do estado de São Paulo, Brasil

Paes De-Carli, BrunoSeverino-Rodrigues, EvandroMarcos Rotundo, MatheusMusiello-Fernandes, JoelsonCaleffi Ancona, Mirela

Este estudo forneceu uma descrição do crescimento relativo e fecundidade de uma população de Achelous spinimanus. Amostras foram coletadas mensalmente entre agosto/2010 e julho/2011 provenientes de desembarques da frota de arrasto de parelhas no litoral do estado de São Paulo. Os siris foram mensurados com paquímetro e o peso úmido de cada indivíduo registrado por balança de precisão. Relações morfométricas foram ajustadas a função potencial (y = a xb) e os coeficientes de regressão (b) determinados para cada categoria. Os machos apresentaram crescimento alométrico positivo para o própodo quelar (b = 1,34) e as fêmeas, alometria positiva para a largura do abdômen (b = 1,12). A fecundidade variou de 165.750 a 1.058.500 ovos (556.750 ± 212.256), verificando-se um aumento destes à medida que os animais crescem. Devido a algumas evidências observadas, como a constante ocorrência de fêmeas ovígeras e o predomínio de adultos, é possível inferir que a população analisada utilize esta área para reprodução. Salienta-se a necessidade de outros estudos que demonstrem os demais aspectos da população explorada.

Texto completo