VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 597-604

Densidade de estocagem durante a larvicultura do kinguio

Pedro Gonçalves Junior, LucasPierro Mendonça, PedroLouzada Pereira, SamuelDarós Matielo, MarceloRafane da Silva Amorim, Ismael

Avaliou-se o efeito da densidade de estocagem no desempenho produtivo de pós-larvas de kinguios alimentadas com náuplios de artêmia. As unidades experimentais foram compostas por recipientes plásticos com volume útil de um litro. Foram utilizadas 415 pós-larvas (comprimento médio de 4,11 ± 0,93 mm) distribuídas em cinco densidades de estocagem: 5, 10, 15, 20 e 25 pós-larvas L-1. O desempenho produtivo foi avaliado após 24 dias de cultivo, por meio dos parâmetros de ganho de peso (GP), produção L-1 (PA), taxa de crescimento específico (TCE), taxa de desenvolvimento específico (TDE) e uniformidade do lote (U). A sobrevivência e os parâmetros de qualidade da água não foram afetados pelas densidades estudadas (P 0,05). Verificou-se efeito negativo do aumento da densidade de estocagem no desenvolvimento das pós-larvas e na uniformidade do lote dos animais mantidos nas densidades superiores a 5 pós-larvas L-1, sendo essa indicada para a larvicultura do kinguio.

Texto completo