VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

Avaliação da eficácia de produtos isoterápicos no controle de Rhipicephalus (Boophilus) microplus

Santos, Tânia Regina Bettin dosAguiar, Cíntia Lidiane GuidottiPrestes, LucianaDaneluz, Marina OliveiraAlves, Bruna FariasTorres, Maria Izabel de Tourinho e

RESUMO O Rhipicephalus (Boophilus) microplus é responsável por consideráveis perdas na pecuária brasileira. O controle desse parasita tem sido feito, principalmente, com o uso de carrapaticidas, sendo os isoterápicos uma alternativa para seu combate. Objetivou-se neste trabalho analisar a eficiência da utilização da isopatia como ferramenta de controle alternativo do carrapato-do-boi. Foram utilizadas 18 fêmeas bovinas de raça europeia, mantidas em sistema de pecuária extensiva, no município de Canguçu, Rio Grande do Sul. Os animais foram divididos em grupo controle (Lote A) e grupo tratado com isoterápico (Lote B). O sal mineral foi utilizado como veículo para a administração da isopatia, sendo que o Lote A recebeu sal mineral com placebo (açúcar) e o Lote B sal mineral com isopatia. Os animais foram infestados artificialmente com 10 mil larvas deR. (B.) microplus , e no 20º, 21º e 22º dias pós-infestação, foram realizadas contagem e coleta de fêmeas ingurgitadas. As teleóginas de cada lote foram divididas ao acaso em nove grupos de dez indivíduos para análise dos parâmetros biológicos e posterior cálculo do Índice Nutricional e Índice de Eficácia Reprodutiva. Para comparação da média de teleóginas de cada grupo, foi empregada análise de variância e Teste LSD. Os bovinos tratados com isopatia apresentaram uma redução de 53,4% do número médio de teleóginas, quando comparados com o grupo não tratado (p = 0,001). Quanto aos padrões biológicos, não houve diferença estatística. Conclui-se que o uso de isopatia foi capaz de reduzir a infestação de R.(B.) microplus , mostrando-se uma alternativa promissora para o controle deste ixodídeo.

Texto completo