VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

Cupins em residências de um bairro em Cáceres, Mato Grosso

Santos, Milaine Fernandes dosDutra, Carla CristinaRieder, ArnoGalbiati, Carla

O objetivo deste estudo foi verificar a abundância de cupins e a percepção de moradores sobre a atuação desses insetos como pragas. O trabalho foi conduzido em quatro residências do bairro Jardim Paraíso, em Cáceres, Mato Grosso. Para isso, foram realizadas inspeções em março, maio, agosto e novembro de 2004 e fevereiro de 2005 por meio de coleta manual (dentro das residências e em árvores nos quintais) e da aplicação de questionários com os moradores para verificar a opinião deles sobre a atuação dos cupins. Foram identificadas quatro espécies: Nasutitermes coxipoensis(48,2%), Nasutitermes sp. (31%), Microcerotermes strunckii(7%) e Heterotermes tenuis(13,7%). Tanto os gêneros (2 = 7,880; GL = 8; = 0,445) quanto as espécies (2= 20,542; GL = 12; = 0,058) ocorreram em proporções similares durante o ano, demonstrando que não existe uma relação entre os períodos de coleta e a abundância de insetos. Neste estudo, 50% dos moradores não consideraram os cupins como pragas em suas residências, provavelmente porque na maioria dos casos esses insetos foram encontrados em árvores. Devido ao baixo número de casas investigadas, mais estudos são necessários para o melhor entendimento sobre a ocorrência de cupins.

Texto completo