VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 281-287

Tuberculose em caprinos e ovinos abatidos no semiárido da Paraíba, Brasil

Higino, Severino Silvano dosPinheiro, Sônia ReginaRocha, Vivianne Cambuí MesquitaSouza, Gisele Oliveira dePortela, Roseane de AraújoAlves, Clebert José AlvesVasconcellos, Sílvio ArrudaDib, Cristina CorsiRosáro, Tatiana Reis doMelville, Priscilla AnneAzevedo, Sérgio Santos de

O objetivo do presente trabalho foi isolar e tipificar micro-organismos presentes em linfonodos hipertrofiados ou lesões macroscópicas sugestivas de tuberculose colhidos de 12 caprinos e 28 ovinos abatidos no matadouro público do município de Patos, Paraíba. A identificação de micobactérias foi feita com o método PRA (PCR-Restriction Enzyme Analysis). Também foi realizado o exame histopatológico das lesões. Os órgãos afetados foram fígado, pulmão, glândula mamária, bexiga e linfonodos mediastínicos, mesentéricos, submandibulares, parotídeos, poplíteos, pré-crural, pré-escapular e inguinal superficial. O exame histopatológico apontou a presença de granulomas em 8 (20,00%) animais. Dos 12 caprinos, 1 (8,33%) foi positivo no cultivo de micobactérias, e pelo método PRA o isolado foi classificado como pertencente ao complexo M. tuberculosis. Dois (7,14%) ovinos foram positivos para a presença de micobactérias ambientais. Houve isolamento de Corynebacterium pseudotuberculosis em 8 (66,66%) caprinos e em 17 (60,71%) ovinos, e isolamento simultâneo de micobactérias e C. pseudotuberculosis em 1 (8,33%) caprino e 1 (3,57%) ovino. O isolamento de micobactéria do complexo M. tuberculosis em caprinos no presente trabalho levanta preocupações do ponto de vista de saúde pública, uma vez que profissionais envolvidos na manipulação destes animais, bem como a população consumidora de carne [...](AU)

Texto completo