VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

Inquérito soroepidemiológico do lentivírus caprino e perfil das criações de caprinos na região do Baixo Médio São Francisco (BA)

Caroline Valença de Lima, CarlaNunes Costa, JoselitoSampaio de Souza, ThiagoMartinez, PriscilaOliveira Costa Neto, AntônioVicente Magnavita Anunciação, Antôniodas Graças Ávila Ribeiro Almeida, MariaRibeiro Araújo, ByancaRizaldo Pinheiro, Raymundo

Este trabalho teve como finalidade verificar a prevalência sorológica da lentivirose caprina (LVC) na microrregião de Juazeiro, na Bahia, por meio da técnica de imunodifusão em gel de agar (IDGA), bem como caracterizar os sistemas de criação da região. Para tal, foram avaliadas 693 amostras de soros sanguíneos de caprinos de 46 propriedades rurais em diferentes localidades, pertencentes aos 8 municípios formadores da microrregião (Campo Alegre de Lourdes, Casa Nova, Curaçá, Juazeiro, Pilão Arcado, Remanso, Sento Sé e Sobradinho). Na realização das visitas, aplicou-se um questionário com ênfase nas informações referentes ao manejo sanitário. Das propriedades visitadas, todas apresentavam sistema de criação extensivo, com predomínio de animais sem raça definida, baixa produtividade e baixo índice de tecnificação, visando principalmente à obtenção de carne. As principais enfermidades relatadas foram linfadenite caseosa, diarreias, ectoparasitoses e ceratoconjuntivite. Quanto à soroprevalência, 0,29% (2/693) das amostras apresentaram sorologia positiva para a LVC. Os animais positivos pertenciam à mesma propriedade, no município de Curaçá, que apresentou 12,5% (1/8) de propriedades positivas, contrastando com 2,17% (1/46) de soroprevalência total dos rebanhos visitados. Estes resultados sugerem, portanto, a necessidade da efetivação de medidas preventivas na região, principalmente no momento em que se verifica a importação de animais para melhoramento genético.

Texto completo