VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 595-402

Efeito residual do extrato de Annona coriacea sobre Aedes aegypti

Dill, E. MPereira, M. J. BCosta, M. S

A produção de extratos vegetais da família Annonaceae é uma alternativa eficaz no controle do vetor da dengue, e sua aplicabilidade está relacionada à persistência do produto no ambiente. O objetivo desta pesquisa foi avaliar o efeito residual do extrato de Annona coriacea (Mart., 1841) sobre a mortalidade de Aedes aegypti (Linnaeus, 1762). Foram utilizados recipientes plásticos de 25 L, para distribuir as concentrações de 50 e 100 ppm do extrato, e DMSO (1%) e água foram usados como controle. Estes recipientes ficaram expostos na área externa do laboratório. Nos dias 1, 8, 15, 30 e 45 dias após o preparo, coletou-se uma amostra de 1,3 L de cada tratamento. Foram utilizadas oito réplicas com 25 larvas de A. aegypti para os dois tratamentos, e quatro réplicas para os controles. O registro da mortalidade das larvas foi feito diariamente e foi observada a mortalidade de pupas e adultos. O experimento foi conduzido aleatoriamente, no esquema fatorial 4 x 5. Os dados foram submetidos à análise de variância pelo teste F e as médias dos tratamentos foram comparadas pelo teste de Tukey (p < 0,05). A concentração de 100 ppm do extrato de A. coriaceaapresentou efeito residual de 100% de mortalidade de larvas durante o período de 15 dias, e não houve eficiência na mortalidade de pupas e adultos. Portanto, o efeito residual apresentado por A. coriacea sobre larvas de A. aegypti indica que o extrato desta planta pode ser utilizado em programas de controle da dengue. (AU)

Texto completo