VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

Anticorpos contra brucelas lisas em suínos abatidos no semiárido da Paraíba

Azevedo, S.S.Oliveira, R.M.Silva, M.L.C.R.Macedo, M.M.S.Santos, C.S.A.B.Alves, C.J.Higino, S.S.S.

O objetivo do presente trabalho foi determinar a frequência de anticorpos contra brucelas lisas em suínos abatidos no semiárido da Paraíba. Para tanto, foram utilizadas 306 amostras de soros de suínos abatidos no matadouro público de Patos, Estado da Paraíba, Nordeste do Brasil. Para a detecção de anticorpos contra brucelas lisas, o teste do antígeno acidificado tamponado (AAT) foi empregado como teste de triagem, e a prova do 2-mercaptoetanol (2-ME) foi empregada como método confirmatório. Dos 306 suínos testados, três (0,98%; IC 95% = 0,20% - 2,84%) foram positivos para anticorpos contra brucelas lisas no teste de AAT, e dois (0,65%; IC 95% = 0,08% - 2,34%) foram confirmados no 2-ME, sendo um animal com título 200 e um com título 25.

Texto completo