VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 21-26

Reutilização de efluentes da indústria de celulose para otimização da produção de xilanase fúngica

Queiroz-Fernandes, Geisiany Maria deMartins, Bruna LetíciaRustiguel, Cynthia Barbosa

A produção de enzimas, a partir de resíduos agroindustriais, é uma alternativa para reutilização destes subprodutos como substrato de baixo custo reduzindo seu impacto causado pelo descarte no meio ambiente. Diante disso, o objetivo deste estudo foi a produção de xilanase por Aspergillus niger, utilizando dois efluentes gerados nas fases de branqueamento químico de polpa de celulose como indutores. A produção de xilanase foi realizada por fermentação líquida submersa, e utilizou-se planejamento fatorial para otimização dos parâmetros influentes de produção (concentração de efluentes e período de produção) e as condições iniciais de cultivo (pH, temperatura e agitação) foram otimizadas de forma independente. O efluente alcalino se mostrou mais efetivo do que o efluente com característica ácida, na indução de xilanase em condições otimizadas: 50% em relação ao meio de cultura, sete dias de produção, 30°C, pH 6,0 e agitação de 160 rpm. Conclui-se que ambos os efluentes, ácido e alcalino, apesar de levarem a diferentes resultados, são capazes de induzir a produção de xilanase por A. niger quando empregues em concentrações menores ou iguais a 50% em relação ao meio de cultura e nas condições ótimas descritas acima, destacando-se o efluente alcalino como mais eficiente para produção de tal enzima.(AU)

Texto completo