VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 45-52

DNA barcode regions for differentiating Cattleya walkeriana and C. loddigesii

Rivera-Jiménez, HernandoRossini, Bruno CésarTambarussi, Evandro VagnerVeasey, Elizabeth AnnIbanes, BrunaMarino, Celso Luis

As espécies Cattleya walkeriana e C. loddigesii são apreciadas pelos colecionadores devido às suas impressionantes forma e raridade. Este estudo teve como objetivo avaliar a viabilidade das regiões DNA barcode, ou seja, ITS1, ITS2 e rpoC1, para discriminar as espécies C. walkeriana e C. loddigesii. Regiões DNA barcode foram amplificadas com êxito utilizando os iniciadores desenhados para plantas. Nós também incluímos sequências de bases públicas de dados, a fim de testar se estas regiões foram capazes de discriminar C. walkeriana e C. loddigesii de outras espécies de Cattleya. Estas regiões e suas combinações demonstraram que o ITS1 + ITS2 teve a maior distância média interespecífica (11,1%), seguido por rpoC1 (1,06%). Para a discriminação das espécies, ITS1 + ITS2 proporcionaram os melhores resultados. Os dados combinados dos ITS1 + ITS2 + rpoC1 também discriminaram ambas as espécies, mas não resultaram em maiores taxas de discriminação. Estes resultados indicam que a região ITS é a melhor opção para a identificação molecular destas duas espécies e a partir de algumas outras espécies deste gênero.(AU)

Texto completo