VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 411-417

Estrutura populacional de Lonchocarpus cultratus em formação florestal ripária de Mata Atlântica no alto rio Paraná, Brasil

Almeida, Cristina Guilherme deSlusarski, Simone RodriguesSouza, Maria Conceição de

Com o objetivo de avaliar a estrutura populacional de Lonchocarpus cultratus em um trecho de floresta ripária localizado na planície de inundação do alto rio Paraná, analisaram-se os dados de diâmetro e altura obtidos a partir de dois inventários fitossociológicos realizados com intervalo de 14 anos, utilizandose dados coletados em estudos desenvolvidos em 1992 e 2006 em um remanescente ripário de Mata Atlântica, no Estado do Paraná, Brasil. Os valores de diâmetro e de altura foram distribuídos em intervalos de classes definidos pela fórmula de Spiegel e o quociente q de Liocourt foi aplicado para a análise da distribuição de indivíduos entre as classes de diâmetro. A distribuição diamétrica, nas duas etapas do estudo, resultou em uma curva na forma de J-invertido, como esperado para florestas inequiâneas. A distribuição dos valores de altura mostrou-se irregular, característica de espécies de estágios iniciais de sucessão. O quociente q de Liocourt apresentou-se com uma distribuição não balanceada para ambas as etapas, porém observou-se uma tendência ao balanceamento na segunda etapa. Concluiu-se que a população analisada encontra-se em processo de amadurecimento, mantendo a capacidade autorregenerante, com tendência ao balanceamento e comportamento característico de espécies de estágios iniciais de sucessão.(AU)

Texto completo