VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 395-409

A família Bignoniaceae na APA Serra Branca, Raso da Catarina, Jeremoabo, Bahia, Brasil

Silva, Luiza ReginaCastro, Milene Maria da SilvaConceição, Adilva de Souza

Bignoniaceae é composta por 82 gêneros e 827 espécies distribuídas principalmente nas regiões tropicais e subtropicais, com algumas espécies em climas temperados, é mais diversificada na América do Sul. O Brasil é o centro de diversidade do grupo com cerca de 406 espécies em 33 gêneros, dos quais 22 gêneros e 90 espécies ocorrem na Caatinga. O levantamento florístico das Bignoniaceae na Área de Proteção Ambiental Serra Branca incluiu a análise de 31 espécimes coletados de agosto de 2009 a fevereiro de 2012. As análises foram complementadas com coleções dos seguintes herbários: ALCB, HRB e HUEFS. Nove gêneros e 11 espécies foram registradas: [Anemopaegma Mart ex DC.; Bignonia L.; Cuspidaria DC.; Fridericia Mart.; Handroanthus Mattos; Jacaranda Juss; Lundia DC.; Mansoa DC. e Tabebuia Gomes ex DC.]. Fridericia foi o gênero mais representativo com três espécies. O tratamento taxonômico inclui uma chave para a identificação, descrições, ilustrações, fotografias, dados de distribuição geográfica, fenologia reprodutiva e comentários sobre as espécies.(AU)

Texto completo